O CLUBE

História da SHP

A Sociedade Hípica Portuguesa (SHP) ocupa o seu lugar na história da cidade de Lisboa, de Portugal e do hipismo nacional. A 23 de Março de 1911, um grupo de cavaleiros funda a SHP. Francisco Assis Jara de Carvalho, Francisco Xavier de Almeida, Jayme Roque de Pinho, José Ricardo Cabral e Manuel da Costa Latino estabelecem a missão que transita de geração para geração de consócios.

“Associar todos os que cultivam o desporto hípico, ou que por ele se interessam, de modo a promover o seu desenvolvimento”.

A 1 de Maio daquele ano foi inaugurada em Lisboa, a primeira sede da Sociedade Hípica Portuguesa, na Rua Ivens. O primeiro hipódromo situava-se no Parque da Palhavã (1911-1918), tendo sido subsequentemente transferido para Sete Rios onde permanece até 1930. A partir desse ano a Sociedade Hípica Portuguesa encontra os seus terrenos actuais no Campo Grande, ocupando a localização do antigo Jockey Club.

À Sociedade Hípica Portuguesa estão associados todos os que foram nomes grandes do nosso hipismo. Nunca ninguém fez, tantas vezes subir, o pavilhão português no mastro de honra, quer em Portugal quer no estrangeiro, como os sócios do nosso clube.

No quadro olímpico basta recordar as medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Paris em 1924; de Berlim, em 1936, na disciplina de Obstáculos; de Londres, em 1948, em Ensino. Em 1952, seria um 4.º lugar por equipas no Concurso Completo de Equitação em Helsínquia e as classificações individuais de Henrique Calado em Helsínquia, em 1956 (7.º lugar em Obstáculos); de Reymão Nogueira em Roma, em 1960 (10.º lugar em Ensino); de Duarte Silva, em Tóquio, em 1964 (5.º lugar em Obstáculos).

 

Em 1911 a Sociedade Hípica Portuguesa organiza o III Concurso Hípico Internacional de Lisboa (actualmente designado por CSIO – Concurso de Saltos Internacional Oficial) – as duas primeiras edições foram promovidas pelo Turf Club (1909,1910).

O CSIO, tornou-se desde então num imperativo de todas as direcções da SHP, pelo que o CSIO é o concurso mais antigo do mundo que se realiza no mesmo local! As maiores figuras do hipismo mundial, assim como as melhores equipas nacionais em representação de Espanha, França, Itália, Alemanha, Suíça, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Irlanda, EUA, Brasil, Chile, Egipto, Marrocos, entre outros, foram sempre acolhidas com entusiasmo e profissionalismo pela Sociedade Hípica Portuguesa.

A Sociedade Hípica Portuguesa tem sido reconhecida publicamente pelo seu mérito e o trabalho desenvolvido em prol da causa equestre e desporto. Por Portaria do Ministério do Interior de 7 de Abril de 1915 é-lhe conferida a CRUZ VERMELHA DE 1ª CLASSE. Em 27 de Janeiro de 1927, por Portaria conjunta dos Ministros das Finanças e Instrução Pública é a Sociedade Hípica Portuguesa considerada INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, e em 5 de Outubro de 1930 o Presidente da República confere-lhe o grau de COMENDADOR DA ORDEM MILITAR DE CRISTO.

A Sociedade Hípica Portuguesa representa o hipismo nacional, e projecta-se com entusiasmo no futuro. A bem do desporto e em nome das causas equestres.

A história completa do nosso clube pode ser apreciada no livro “Hipismo em Lisboa, Memórias da Sociedade Hípica Portuguesa 1910-2005″.

Saiba quem foram os Presidentes da SHP e conheça os Sócios Honorários

PATROCINADORES

    

Guardar

Guardar

Guardar

        

               

Guardar

PARCEIROS